Ajuste o tamanho da fonte     -A     +A    . 

  .  

Escola Durvalina comemora centenário de patronesse


O centenário de nascimento da educadora informal Durvalina Costa da Siva foi comemorado pela comunidade da Germana, bairro em que está localizada a escola de ensino fundamental que dá nome à homenageada. A comemoração aconteceu quinta-feira, 23. O aniversário de nascimento da patronesse é dia 22 de outubro.
A escola atende cerca de 100 alunos do 1º a 5º ano e uma classe do EJA (Educação de Jovens e Adultos (com 12 alunos).
A primeira-dama do Município de Caçapava, Horacelia de Fátima Oliveira participou das comemorações ao lado dos filhos de Durvalina, João Ribeiro da Silva e Maria do Carmo Silva Soares. A escola Durvalina é dirigida por Fernanda Campos.
João Ribeiro, filho de Durvalina, afirmou que a patronesse tinha na escola seu maior orgulho. “Estamos felizes pelas comemorações que estão acontecendo”, disse.
Autonomia - Há cerca de três anos o estabelecimento esteve para ser fechado pela administração anterior. Na época, o então vereador Henrique Rinco trabalhou intensamente e conseguiu que o núcleo continuasse em funcionamento. Em outubro de 2013, decreto do prefeito Rinco deu autonomia à escola, sendo desvinculada da unidade educacional da escola Professora Zélia de Castro Madureira, localizada em Caçapava Velha.
Fernanda afirma que a experiência de escola independente foi muito positiva e levantou o moral da comunidade. Inclusive facilitou a vida dos pais de alunos que para obter documentação de seus filhos era preciso ir até a Caçapava Velha. “Toda a comunidade, agora, se sente parte da escola”, disse Fernanda.
Alessandra Silva Ivo, uma das lideranças da região e mãe de aluno da escola, falou em nome da comunidade durante a reunião de pais. Segundo ela, todos estão mais voltados para a comunidade. “Agora sentimos que a escola é nossa”, disse.

Publicidade



Continue lendo »

Vereadores de Caçapava criam CEI para aparar possível prejuízo de R$ 100 mil

Na sessão desta terça-feira, 21, a Câmara Municipal de Caçapava  criou uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar  possível negligência na conduta do prefeito Henrique Rinco, que pode ter gerado a prescrição de débitos, causando sérios danos ao erário público municipal no valor de  R$ 101.686,21.
O requerimento solicitando a abertura da comissão foi assinado pelos vereadores Paulo Lanfredi (PRB), Milton Garcez Gandra (PTN), Ricardinho Lima (PRB), Reginaldo Sena (PROS) e Marcello Prado (PT).
        Durante a sessão de Câmara, Marcello Prado ressaltou que a função dos vereadores é fiscalizar os atos do Poder Executivo.
            O conteúdo do pedido da CEI foi baseado em denúncias recebidas pelo vereador Paulo Lanfredi no mês de março deste ano. Na época, o vereador apresentou requerimento para esclarecer as denúncias sobre possíveis danos ao erário municipal, porém, segundo o vereador, “não houve por parte do Chefe do Executivo  interesse em esclarecer as dúvidas dos vereadores, pois o mesmo respondeu o requerimento de forma evasiva”.
            No requerimento solicitando a abertura da CEI, também consta que, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, através do parecer técnico sobre as contas anuais do Município no ano de 2013, apontou: “inércia em cobrança de R$ 101.686,21 do saldo da dívida, que resultou em cancelamento por prescrição. Não atualização dos valores da dívida”.
             
Primeira reunião

            Nesta quarta-feira, 22, a comissão se reuniu e definiu a função dos seus integrantes.
            A comissão terá como presidente Marcello Prado (PT), relator Ricardinho Lima (PRB) e membro Lúcio da Pastelaria (PSDB).
            A CEI terá 90 dias para apurar os fatos e elaborar o relatório final.


Próxima sessão da Câmara de Caçapava será dia 29

            A próxima sessão ordinária da Câmara de Caçapava será realizada na quarta-feira, 29, às 10 horas. A mudança será realizada devido ao feriado do Dia do Servidor Público – 28 de outubro.
            A alteração do dia da sessão foi aprovada por unanimidade através de requerimento apresentado pelo presidente do Legislativo, vereador Miltinho (PTN).


Vereador Arnaldo Neto pede camelódromo no Mercado Municipal

            O vereador Arnaldo Neto (PSC) apresentou um requerimento pedindo informações ao prefeito Henrique Rinco (PSDB) sobre a previsão da construção de uma área para ambulantes (camelódromo), entre o mercado municipal e o galpão coberto.
            Durante a discussão do requerimento, Arnaldo Neto afirmou que o camelódromo poderia ser formado por “ilhas” de no máximo 2,5m² para abrigar os ambulantes que trabalham no galpão do mercado municipal.
            “As ilhas padronizadas vão melhorar o aspecto visual e facilitar a vida dos ambulantes que de duas a três vezes por semana precisam desmontar suas barracas”, justificou Arnaldo Neto.
           

Câmara de Caçapava promove audiência pública para discutir o Orçamento Municipal 2015

Na sexta-feira, 31, às 15 horas, será realizada uma audiência pública para discutir o projeto de lei nº 122/2014, o Orçamento do Município 2015. A audiência será realizada no Plenário “Vereador Fernando Navajas” e transmitida ao vivo pelo site da Câmara de Caçapava -  www2.camaracacapava.sp.gov.br.
A íntegra do projeto e o edital estão à disposição no site e na Secretaria da Câmara.

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais serão homenageados na Câmara 
       A Câmara Municipal de Caçapava irá conceder títulos de Cidadão Caçapavense ao presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais
(SINDSERV), Rivaldir Rosendo Alves e ao ex-presidente,  Sérgio Roberto da Silva . As iniciativas são dos vereadores Marcello Prado (PT) e Paulo Lanfredi (PRB), respectivamente.
       Os homenageados são destaque no trabalho em prol dos servidores públicos de Caçapava, organizando trabalhadores para reivindicar melhores condições de trabalho e prestação de serviço público para a população.
     Nascido em São Paulo, Sérgio Roberto assumiu a presidência do SINDSERV em fevereiro de 2013, cargo hoje ocupado por Rivaldir Alves nascido em Marí, na Paraíba.
            A data da sessão especial para entrega das homenagens ainda será definida. 


Câmara aprova projeto que incentiva jovens a estagiar na Prefeitura
A Câmara de vereadores aprovou o projeto de lei do prefeito Henrique Rinco (PSDB) que autoriza o Executivo a celebrar convênio com instituições de ensino e educação para oferecer estágio em complementação do ensino e da aprendizagem.
Com a lei, o Executivo poderá recrutar estagiários da educação superior, profissional, do ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental. Antes só eram permitidos estágios com alunos cursando o 2º grau.
         A jornada máxima de atividade no estágio será de quatro a seis horas diárias dependendo do ensino escolar em que o aluno estiver.
Para se tornar lei, o projeto depende da sanção e promulgação do prefeito municipal.

Ensino integral poderá ser implantado nas escolas municipais de Caçapava

            Na sessão de terça-feira, 21, os vereadores aprovaram por unanimidade o projeto de lei 114/2014, de autoria do prefeito Henrique Rinco (PSDB) instituindo a modalidade de ensino em tempo integral na Rede Pública Municipal de Ensino.
            De acordo com a proposta, a implantação do ensino integral atenderá as séries iniciais do ensino fundamental (1° ao 5° ano), podendo ser expandida para o 6° ao 9° ano.
            Caberá à Secretaria de Educação definir os horários, as disciplinas, as oficinas extracurriculares e intervalos.
            O projeto será encaminhado para sanção e promulgação pelo prefeito Henrique Rinco.

 
Publicidade



Continue lendo »

Alunos revelam conscientização ambiental

A síntese do encontro com a educação e o teatro como instrumento de conscientização de preservação ambiental esteve presente nos espetáculos apresentados pelos alunos de ensino fundamental (1º ao 5º ano) da rede municipal de Caçapava na ADC Mafersa na terça-feira, 21, no encerramento do projeto Ecoviver, parceria entre a secretaria municipal de educação e o grupo Ecorodovias. O projeto foi desenvolvido por 29 professores e 477 alunos das escolas caçapavenses. As encenações, que causaram emoção e risos, fecharam com chave de ouro os trabalhos educativos e artísticos desenvolvidos nas escolas.  
Auxiliados por professores e orientadores educacionais, subiram ao palco alunos da escola Reverendo professor Eliel de Almeida Martins (Jardim Borda da Mata), Professora Hermengarda Rodrigues Braga (Piedade), Professora Maria Aparecida de Pinho (Nova Caçapava), Professora Zélia de Castro Marques (Caçapava Velha) e Doutor Antônio Pereira Bueno (Jardim Caçapava). As peças tiveram como tema as principais preocupações ecológicas do momento, como a poluição dos rios, destinação correta do lixo, uso racional da água e outros fatores ligados ao desenvolvimento ecologicamente sustentável.
Antes das apresentações dos alunos foi encenada o espetáculo teatral "Um presente para o futuro" que narra um encontro inusitado entre dois personagens.
O Ecoviver é desenvolvido nas escolas por elas serem potenciais multiplicadores de informação e terem os educadores como grandes aliados na conscientização dos alunos.
Neste ano, o projeto foi desenvolvido em 23 cidades dos estados de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Em nove anos de existência, o Ecoviver envolveu 7,8 mil professores e cerca de 1,9 mil escolas nos 26 municípios atendidos, atingindo em torno de 250 mil alunos nos seus 9 anos de existência. O projeto é patrocinado pelo Ministério da Cultura por meio da Lei Rouanet.



Publicidade



Continue lendo »

Cia Alvo traz teatro para Praça da Bandeira

A Praça da Bandeira, região central de Caçapava, vai receber a peça Éfeso - o regresso ao primeiro amor, espetáculo encenado pela Cia Alvo. A apresentação acontece às 17h, tem duração de 50 minutos e é aberta ao público. 
A história se passa em meados do século onze e tem como pano de fundo As Cruzadas e  mescla discursos poético, cômico e literário mostrando a fé e o amor numa disputa de poder. Um dos principais pontos da peça, que revela sua atualidade, é a discussão do conceito de Gerra Santa. Além dos atores, a peça tem a apresentação de uma bailarina e de um trio de musicistas que interagem com a história. 
O espetáculo é patrocinado pela Viapol e tem apoio do Município de Caçapava.

Éfeso - o regresso ao primeiro amor
Texto: Veronica Nobili
Direção: Fabiano Moreira
Elenco: Alexandre Paro, Beto Filho, Elaine Silva, Letícia Teixeira, Luana Chacon, Simone Alves, Tânia Leite e Thaís Casemiro.

Sinopse
Em meados do século XI, um grupo de guerreiros Cruzados comandados por Jean de Clermont sai em direção a Jerusalém, com o objetivo de retomar à terra prometida. Durante a trajetória, junta-se ao cristão Heitor e seu grupo de guerreiros. A não aceitação da barbárie da luta por parte dos cristãos de Éfeso causa uma divergência de opiniões: de um lado os fundamentos da Igreja Medieval e seu conceito de Guerra Santa, do outro os fundamentos da fé e o amor de Deus. Na luta em prol de sua filosofia, Jean captura Heitor (líder do grupo de Éfeso) e o leva para ser morto como herege em praça pública.

Serviço:
Local: Praça da Bandeira 
Data: 23 de outubro (quinta-feira)
Horário: 17h
Gênero: Drama 
Classificação: Livre
Duração: 50 minutos
Ingresso: Gratuito



Publicidade



Continue lendo »

CÂMARA MUNICIPAL DE CAÇAPAVA ABRE COMISSÃO ESPECIAL DE INQUÉRITO PARA APURAR A INÉRCIA DO PREFEITO MUNICIPAL NA EXECUÇÃO FISCAL.



Membros: Ricardinho Lima, Marcello Prado e Lúcio Mauro.


Foi instaurada na Câmara Municipal de Caçapava uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar a inércia do Prefeito Municipal em procurar o recebimento dos débitos fiscais que se sujeitaram a prescrição no exercício financeiro do ano de 2.013. A comissão foi aberta na Sessão Ordinária de hoje, 21/10/2014. A CEI é composta pelos vereadores Ricardinho Lima – PRB, indicado pelo vereador Paulo Lanfredi, líder do partido, Marcello Prado – PT, e Lúcio Mauro – PSDB. Nesta semana será realizada a primeira reunião para eleição do Presidente e Relator, e para iniciar os trabalhos de investigação. A Comissão Especial de Inquérito terá 90 dias para apurar o fato descrito no Requerimento que a instituiu. Este prazo poderá ser prorrogado, conforme previsto no Regimento Interno da Câmara Municipal.

Publicidade



Continue lendo »

Mudança de Metodologia do Lar Fabiano de Cristo deixará famílias caçapavenses sem assistência


A Casa de Cirilo, Unidade do Lar Fabiano de Cristo em Caçapava, desde sua implantação em nosso município, aqui vem desenvolvendo importantes trabalhos pelo social.Várias famílias caçapavenses foram e são beneficiadas pelo trabalho desenvolvido  pela entidade que já ajudou na formação de muitos profissionais liberais de Caçapava.
Hoje, com a nova metodologia do Lar Fabiano a ser implantado a partir do próximo ano, muitos pais estão vivendo cruciante dilema, já que a “Casa de Cirilo”, núcleo do Lar Fabiano em nossa cidade passará, a exemplo de outros quatro núcleos,   a atender crianças acima de 12 anos de idade.
Mais de duas centenas  de  crianças abaixo desta idade, isso só em Caçapava, deixarão de fazer parte do assistencialismo do Lar fabiano.
Isso ocorre, segundo Regina dos Anjos, supervisora da entidade em Caçapava, não por falta de apoio do município que sempre esteve junto com a entidade. Hoje, como revelou Regina, “a sua particular preocupação é fazer com que a sociedade caçapavense em um geral mobilize para solucionar o problema destas famílias que serão afetadas com a mudança”. Concluindo disse ainda, “ Espero que o município venha dar um desfecho que alegre as famílias que deixarão de ser atendidas pelo “Lar Fabiano”.


Procuramos pela Senhora. Maria Tereza Moreira Marcondes, Secretaria de Cidadania e Assistência Social para ouvi-la sobre o assunto mas não conseguimos entrevista-la.

HISTÓRIA
Fundado em 8 de janeiro de 1958, na cidade do Rio de Janeiro, a partir da ideia de estudiosos  do Espiritismo que desejaram sair dos estudos teóricos sobre a caridade para a prática efetiva. Deste momento participaram, entre outros, Francisco Cândido Xavier, Carlos Torres Pastorino, Divaldo Pereira Franco, Jorge Andréa dos Santos, José Hermógenes de Andrade Filho, Alziro Zarur e Jaime Rolemberg de Lima. 
A proposta inicial consistia em apoiar lares que acolhessem entre seis e dez crianças, com atenção individualizada, como se adoção fosse. Cada um do grupo contribuiria para que nada faltasse às crianças e a quem os acolhesse.
Logo identificou-se que as crianças beneficiadas ao retornarem às famílias de origem  viviam conflitos de toda ordem, especialmente por não existir afinidade na orientação que recebiam. A família também precisava de apoio e passou a ser a unidade de atendimento do Lar Fabiano de Cristo, uma iniciativa viabilizada com a criação de uma empresa com a finalidade de garantir recursos para uma obra social: a hoje CAPEMISA Instituto de Ação Social.

Publicidade



Continue lendo »

Caçapava vai receber três peças do Litoral Encena

Caçapava vai ser contemplada com três espetáculos, com entradas gratuitas, da 8ª edição do Litoral Encena neste mês de outubro. Dia 20, segunda-feira, a Cia Truks - Teatro de Bonecos vai encenar o espetáculo Construtório (classificação livre) no Parque Ecológico da Moçota, na Vila Menino Jesus. Serão duas apresentações: às 10h e às 15h. A Cia Truks é considerada uma das melhores companhias de teatro de bonecos do país. 
Na terça-feira, 21, o Grupo Morpheus Teatro (de São Paulo) encena O Princípio do Espanto (classificação 14 anos), às 20h, na escola municipal de ensino fundamental Edmir Viana de Moura, no Jardim Shangri-lá.  
A última apresentação será do grupo Mamulengo Sem Fronteira (de Brasília) na quarta-feira, 22, às 14h na Casa da Criança, que vai levar ao palco o espetáculo Exemplos de Bastião (classificação livre).
O Litoral Encena - Mostra Nacional de Teatro de Rua, Teatro de Bonecos, Circo e Dança de Caraguatatuba oferece, entre os dias 17 e 25 de outubro, 102 apresentações artísticas e cinco workshops em 13 municípios da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte). 
O Litoral Encena é uma realização da Fundacc (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba), Abaçaí - Cultura e Arte, em parceria com a Poesis (Organização Social de Cultura), projeto Ademar Guerra, Oficinas Culturais do Estado de São Paulo e Município de Caçapava (por meio das secretarias de cultura, esporte e lazer e da educação), responsável por toda logística das apresentações na cidade.  

Confira a programação e sinopses das peças:

Espetáculo: Construtório
Dia 20 de outubro (segunda-feira). 
Horários (Duas apresentações): às 10h e 15h
Local: Parque Ecológico da Moçota
Rua Antonio Guedes Tavares, s/n, Vila Menino Jesus
Grupo: Cia Truks (de São Paulo)
Classificação: Livre
Duração: 50 minutos
Sinopse: 
Ao terminar o expediente, três operários não podem sair da obra em que trabalham por causa de uma forte tempestade. Então eles libertam a fantasia para criar várias aventuras: transformam ferramentas e objetos da obra em instrumentos de suas viagens pela imaginação. Recontam contos de fadas, parodiam filmes clássicos e criam bichos e criaturas formadas pelos mais inusitados materiais. Revelam-se por fim, operários de uma obra muito especial.

Espetáculo: O Princípio do Espanto
Dia 21 de outubro (terça-feira)
Horário: 20h
Local: Escola municipal Edmir Viana de Moura
Rua José Pancoldo Binari, 670, Jardim Shangri-lá 
Grupo: Morpheus Teatro (de São Paulo)
Classificação: 14 anos
Duração: 55 minutos
Sinopse: 
Um boneco pensa conduzir os objetos e a vida à sua frente, mas nada sabe sobre o que está por detrás de si mesmo e sobre o homem que é responsável por seu mais simples movimento. Um homem crê controlar o boneco que construiu, mas compartilha com ele a ignorância do que está por detrás de si próprio. Criador e criatura em uma relação sem palavras.

Espetáculo: Exemplos de Bastião
Dia 22 de outubro (quarta-feira)
Horário: 14h
Local: Casa da Criança
Rua Tenente Mesquita, 211, Vila Pantaleão 
Grupo: Mamulengo sem Fronteiras (Brasília)
Classificação: Livre
Duração: 50 min
Sinopse: 
As brincadeiras de teatro de bonecos populares do nordeste propõem um espetáculo vibrante que se utiliza de diversas linguagens da companhia. Babau, Cassimiro e outros nomes, levam aos palcos, ruas e praças, para público de todas as idades, a magia espetacular dos bonecos e brincantes do Mamulengo sem Fronteiras. A obra conta com um ‘mamulengueiro’ e um trio de forró pé de serra, que dá ritmo e alegria à brincadeira dos bonecos. 



Publicidade



Continue lendo »